IO-Link – Integração na automação

A integração de um sensor IO-Link na automação global é realizada com um IO-Link mestre. A descrição do dispositivo (IODD) serve para configuração específica; blocos de funções simplificam a programação.

pyramid
pyramid
IO-Link Master

IO-Link mestre (hardware)

Para a ligação do dispositivo, estão disponíveis vários tipos de CLP mestre:

SIG200 REST API IO-Link mestre, SIG200 PROFINET IO-Link mestre, EtherCAT IO-Link mestre, EtherNet/IP IO-Link mestre, PROFINET IO-Link mestre. Cada mestre é em si um elemento integrante do barramento de campo ou parte de um sistema modular IO, ligado ao barramento de campo. Os elementos integrantes do barramento de campo são integrados ao sistema por meio de uma descrição do dispositivo (GSDML, EDS, ESI etc.).

configuration

Configuração

Ao projetar ou configurar a estrutura de automação, os elementos necessários para o barramento de campo são definidos com uma ferramenta de engenharia disponibilizada por um fabricante de CLP mestre e parametrizadas as relações de comunicação.

Para a configuração específica de dispositivos IO-Link, é utilizada a descrição do dispositivo IODD (IO Device Description). A IODD contém informações sobre identificação, parâmetros do dispositivo, dados do processo e de diagnóstico, propriedades de comunicação, etc.

programming
Programação

Para simplificar a programação, pode ser utilizado um bloco de função específico do dispositivo IO-Link. Os blocos de função simplificam a comunicação acíclica entre o CLP e dispositivos IO Link, a comunicação dos dados de serviço e a interpretação dos dados do processo. Eles disponibilizam parâmetros do dispositivo e tipos de dados do dispositivo corretos – e transformam os parâmetros disponibilizados em índices e subíndices.